Um Novo Normal feito de Novas Vitórias!

Um Novo Normal feito de Novas Vitórias!

Agora que 2020 se aproxima do fim, continuamos – um pouco por todo o mundo – a fazer o balanço de um momento inédito, surpreendente e de consequências ainda não totalmente claras para a nossa Sociedade e Economia.

Será que, daqui a décadas, olharemos para este ano como aquele em que uma súbita pandemia extravasou fronteiras e incutiu um clima de medo, despertando a implementação de medidas de confinamento que paralisaram as atividades económicas e fragilizaram a nossa confiança no futuro?

Ou serão os acontecimentos desta época – já por muitos reconhecida como a de um “novo normal” – lembrados como o catalisador de firmes mudanças e de grandes revoluções na forma como consumimos, aprendemos, nos adaptamos e empreendemos? Estaremos, apesar de tudo, no ‘momento zero’ de um futuro mais promissor?

 

Fazer da pandemia uma oportunidade

Os economistas e os sociólogos afirmam que ainda não temos dados para avaliar, com imparcialidade e distanciamento, até que nível o fenómeno da COVID-19 nos alterou enquanto Sociedade. Sabemos, ainda assim, aquilo que experienciámos em primeira mão: distanciamento social, confinamento, o receio do que se seguiria e o reforço dos nossos hábitos de higiene.

Paralelamente, testemunhámos o crescimento do teletrabalho ou a nova influência das tecnologias digitais na nossa lógica diária. E, embora atravessando um cenário de retração económica, continuámos a saber de narrativas que ousaram correr em contraciclo, florescendo em plena crise.

Esses episódios lembraram-nos de algo essencial: que transformar as fraquezas em novas forças equivale a uma das mais importantes competências do século XXI. Grandes protagonistas dessa realidade foram os players dedicados ao e-commerce, fenómeno que floresceu em Portugal ao longo dos últimos meses e conquistou a preferência dos consumidores nacionais.

Naturalmente, também os setores ligados às tecnologias e serviços digitais se galvanizaram, à medida que as necessidades laborais e educativas passaram a ser concretizadas remotamente. Ainda nesse contexto, pudemos assistir ao novo protagonismo atribuído a plataformas de Formação online (como, por exemplo, a Academia GROW), que permitem a aquisição de conhecimentos e qualificações de forma segura, económica e flexível.

Mas do Ambient Wellness à prestação de cuidados de Saúde, sem esquecer os pequenos negócios locais, houve outras empresas que igualmente se fortaleceram em plena provação, apresentando novos serviços e oportunidades de negócio com base no conforto, na segurança e na proximidade.

 

Tempos de resiliência

Claro que o florescimento de alguns modelos de negócio em plena pandemia – por mais excelente e motivador que seja enquanto notícia – não basta para mitigar os meses de prejuízo nem a falta de confiança que, ao longo de 2020, atravessou o tecido empresarial português.

Mas agora que um novo Estado de Emergência volta a pairar sobre nós, optámos por colocar a tónica no lugar onde residem os verdadeiros catalisadores da mudança: na proatividade, no poder de adaptação, na criatividade que gera a inovação e – acima de tudo – na capacidade de aproveitarmos as oportunidades ao investimento que o Governo e a Comissão Europeia têm procurado tornar possíveis.

Aliás: num momento em que se anunciam imprescindíveis apoios para a Indústria e o Turismo, bem como para as pequenas e micro empresas mais afetadas pela crise ou para os grandes exportadores, lembramos que o fim do Portugal 2020, enquanto Quadro Comunitário, não significa que as oportunidades para o investimento tenham terminado! De todo.

Na ESTRATEGOR, lidamos diariamente com os dilemas das empresas, ouvimos as suas principais dúvidas, damos forma às suas ambições e assumimos o compromisso de estar ao lado dos empreendedores que procuram fazer tudo – não apenas em busca do seu sucesso pessoal e financeiro, mas também do progresso da sua indústria, da sua região e, naturalmente, do seu país.

Assim sendo, acreditar na inovação, lutar pelo investimento, afirmar a modernização empresarial, garantir o emprego qualificado, permitir o efeito de arrastamento na Economia, exportar mais, travar a desertificação do Interior e promover a sustentabilidade passaram a ser muito mais do que simples predicados que ficam bem em qualquer discurso.

Transformaram-se – isso sim – nas palavras de ordem que devem continuar a motivar a nossa ação todos os dias. Fazê-lo é compreender que existem outros tipos de emergência a que importa atender. Fazê-lo é saber que os momentos que mais exigem de nós são aqueles que nos levam às maiores revoluções. Fazê-lo é acreditar, enfim, que Portugal pode ser ainda mais!

 

Conte connosco!

Há 25 anos no universo da Consultoria Empresarial, a ESTRATEGOR quer continuar a fazer parte desta mudança. Mas, como sabemos que ela não se faz sozinha, queremos continuar a ir ao encontro dos empresários e empreendedores.

Estamos disponíveis para concretizar candidaturas a Projetos de Investimento, apoiar no acesso a Benefícios Fiscais, garantir que as organizações cumprem os melhores padrões de conformidade (através da Certificação internacional e da realização de Auditorias), assegurar que os Recursos Humanos tenham acesso a Formação inovadora e muito mais.

Fale connosco para que juntos façamos, deste Novo Normal, um período de Novas Vitórias!